O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Usinagem  
O processo de fabricação de peças plásticas por usinagem é o mesmo aplicado ao processo de fabricação para peças metálicas.
De forma geral todos os plásticos de engenharia podem ser facilmente, fresados, cortados, furados, retificados e polidos.
Estes processos são utilizados para confecção de qualquer tamanho de peça, em pequenas, médias e até grandes quantidades.
Mas não devemos transferir diretamente para os plásticos a experiência adquirida com a usinagem dos metais, uma vez que estes apresentam características diferentes.
O fato dos plásticos serem mais macios do que os metais, não significa que são fáceis de usinar.
Muita tensão na usinagem poderá causar no plástico, a ruptura da peça ou reter grandes tensões internas.
Precisamos observar cuidadosamente algumas características importantes onde os plásticos diferenciam-se dos metais, para que consigamos atingir graus satisfatórios na usinagem destes materiais.
O plástico é um péssimo condutor de calor e portanto o calor produzido no atrito das ferramentas com o plástico durante a usinagem será dissipado com lentidão.
A dilatação térmica dos plásticos é muito alta, o que pode provocar uma medida fora da especificada na furação.
Após o resfriamento do material, os furos podem ficar de 0,05 a 0,1mm menores do que a broca utilizada.
Os plásticos são sensíveis a entalhes.
Os plásticos possuem via de regra menor rigidez que os metais, por isso as forças de corte necessárias são também menores.
 

 

 
     
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS USINAGEM SEM LIMITES 2013   site desenvolvido por